sexta-feira, 18 de junho de 2010

Trai meu marido outra vez


Autor: B.Carvalho
Email: casadacarente45(a)hotmail.com


Trai meu marido outra vez Oi pessoal. Sou a Bárbara novamente. Estava com saudades de contar minhas aventuras sexuais. É lógico que é sempre com a concordância do meu maridinho, que aprova todos os homens com quem tenho contato. Mas vamos ao que interessa. Quando nos mudamos pra Recife, junto com o meu marido veio de São Paulo um outro rapaz para trabalhar na mesma empresa. Ele logo me chamou a atenção e passamos a acertar tudo, eu e meu marido para o nosso primeiro encontro em Recife. O nome dele é Marcos, tem 40 anos, é separado e não tem filhos. No início, nós morávamos no mesmo hotel durante os 2 primeiros meses. Nesse tempo, fazíamos as nossas refeições juntos e foi se criando um vínculo entre nós. Mas não aconteceu nada nesse tempo a não ser o desejo que eu tinha pelo Marcos e meu marido pelo desejo de me ver satisfeita com outro homem. Passado esse período, nós mudamos para a nossa casa e ele para um apartamento perto do trabalho. No mês de junho, houve uma festa na sítio de um dos diretores e toda a empresa foi convidada pois estavam comemorando um grande contrato. Foi então que eu e meu marido resolvemos que seria esse o grande dia. Meu marido havia conversado com o Marcos e pediu pra ele me dar uma cantada pra ver se eu iria resistir ou não, essas coisas que os homens tem. O que o Marcos não sabia é que era tudo mentira e que não passava do nosso jogo. No dia, todos estavam a vontade pois o sítio tinha de tudo, salão de jogos, piscina, quadras de esporte e tudo mais. Meu marido foi jogar cartas e eu fui pegar um sol na piscina. Quando o Marcos chegou, eu disse que queria dar uma volta pelo sítio e ele resolveu me acompanhar. Lógico que eu notava que ele as vezes ficava um pouco pra trás mas era pra olhar a minha bunda. Eu rebolava deixando ele cada vez mais louco. Depois de andar um pouco e ficar sem ter ninguém por perto, o Marcos chegou perto de mim e me segurando pelas costas apertou o seu pau duro na minha bunda e disse no meu ouvido: - Bárbara, estou louco de vontade de te comer e sei que você também tem essa vontade de me dar. Eu disse que não era nada disso fingindo que não estava com tesão. Marcos continuou me segurando com firmeza e colocou a mão na minha barriga e foi subindo lentamente até chegar aos meus seios. Eles já estavam duros de tanto tesão quando ele levantou meu sutiã e começou a apertar primeiro o direito e depois o esquerdo. Ficava alisando um depois outro e aquilo estava me deixando de pernas moles. Ele me encostou na parede e foi descendo a mão direita até entrar no meu short pela parte da frente dele e foi descendo, passando por onde deveria ter os meus pentelhos que eu mantenho sempre raspados e chegando na minha buceta já encharcada de tesão, começou a dedilhar meu grelo me fazendo ter o meu primeiro orgasmo ali em pé. Ele continuou metendo seus dedos dentro dela e depois tirou e levou na sua boca sentindo o meu prazer e o meu cheiro. Sem falar nada, ele se afastou e notei que tirava sua bermuda ficando com o seu pau duro agora livre. Ele afastou a minhas pernas um pouco e se abaixando se encaixou entre elas. Depois ele puxou o meu short e a calcinha do meu biquíni e sem pedir licença penetrou de uma só vez dentro de mim. Eu estava tão molhada que seu pau entro de uma vez e quando entrou todo eu fechei as minhas pernas e apertei aquele pau duro e gostoso dentro de mim. Não teve como me segurar e gozei novamente. Só então, Marcou passou a meter seu pau dentro da minha buceta e depois de algumas socadas ele acabou gozando me enchendo com sua porra quente. Ele não devia gozar há bastante tempo pois ficou alguns segundos despejando jatos e mais jatos de porra dentro de mim. Desta vez não gozei pois estava realmente com as pernas bambas e não conseguia me concentrar direito. Marcou tirou seu pau de dentro de mim que ainda continuava duro e colocando a sua camiseta e sua bermuda no chão, me forçou a sentar e depois deitar sobre suas roupas, ele tirou meu short e meu biquíni, meu sutiã me deixando completamente nua. Ele ficou me olhando como um caçador que admira a caça e depois fui se ajoelhando entre as minhas pernas e deitando sobre mim foi enfiando seu pau novamente na minha buceta e me penetrando lentamente. Desta vez ele chupava meus seios e me beijava na boca, me dando um beijo gostoso e molhado. Ficou metendo dentro de mim seu pau e por ter gozado há pouco tempo, demorou muito mais tempo pra gozar novamente e desta vez tanto eu quanto ele podemos aproveitar aquela trepada que tanto desejamos e que demorou algum tempo pra acontecer. Marcou enquanto metia seu pau na minha buceta, ele falava baixinho no meu ouvido: - Bárbara, eu desde a primeira vez que te vi queria fuder essa buceta. Você é deliciosa. Eu apenas gemia e sentia o prazer que aquela foda estava me dando. Eu pensava na meu marido e o que aquilo daria de prazer pra nós dois. Marcos passou a acelerar os movimentos e quase implorando falou: - Vai Bárbara, goza junto comigo. Vou gozar, vou gozar... Eu disse pra ele enquanto gozava: - Vai Marcos. Enche a minha buceta de porra. Faz o meu marido ser corno. Me enche do seu leite. Vou gozar....... Acabamos gozando juntos. Foi um gozo forte e demorado. Tanto eu quanto o Marcos gozamos como se fosse o primeiro gozo junto. Ficamos alguns minutos deitados lado a lado e depois nos levantamos e nos vestimos e voltamos para junto do pessoal perto da piscina. Meu marido me olhava de longe e sorria pra mim enquanto eu tirava a minha roupa ficando de biquíni, tomei uma chuveirada e mergulhei na piscina. Marcos também tomou um banho de chuveiro e foi para a sala de jogos. Enquanto estava tomando um sol, meu marido chegou e ficou do meu lado bebendo uma cerveja. Ele perguntou se tudo tinha sido como planejado e que depois eu iria ter que contar tudo pra ele. Eu disse que sim e ele falou que o Marcos disse pra ele que havia me dado uma cantada, mas que eu tinha dado um corte nele. Pobre coitado, ele não sabe que meu marido sabia de tudo. Rsrsrsrsrsrsrsrs Em casa, foi aquela loucura com o meu marido que comeu a minha buceta inchada e ainda se deliciou com o meu cúzinho. Quanto ao Marcos, no nosso próximo encontro, o meu marido vai participar e então vamos contar a ele que era tudo armado e que ele só me comeu porque eu queria e o meu marido deixou. Espero que vocês tenham gostado dessa minha aventura e na próxima vez, vaiu ser com o meu marido junto. Beijos pra todos e continuem me escrevendo que eu vou continuar mandando meus contos e respondendo seus e-mails. Beijos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário